22 de maio de 2015

Amo/Sou séries <3 Escolher as minhas séries favoritas não foi uma tarefa fácil. Então no Desafio das 52 Semanas de hoje vou contar para vocês quais são as minhas séries que eu idolatro.

1º Desperate Housewives

EVA LONGORIA, FELICITY HUFFMAN, TERI HATCHER, MARCIA CROSS, DANA DELANY

A pacata vida de um grupo de donas-de-casa do subúrbio de Wisteria está prestes a mudar completamente. Quando uma delas, Mary Alice Young (Brenda Strong), misteriosamente comete suicídio, somos guiados através das vidas de seus amigos, família e vizinhança, pelo seu ponto de vista único e… superior. A vida atrás das portas fechadas do subúrbio de repente toma um rumo sombrio e engraçado. À medida que se aprofunda na vida desse grupo de amigas, a série mistura doses de drama com humor, e ajuda a demonstrar que as coisas nem sempre são tão simples quanto parecem.

Desperate Housewives foi a única série que quando acabou eu fiquei realmente triste. No último episódio eu já assisti chorando, não queria que terminasse …sinto saudades. Ahhh uma coisa interessante que é diferente de outras séries que já assisti e que sempre tem aquele personagem que você ama mais e aquele que você detesta, em Housewives isso não aconteceu comigo, eu amei todos. <3

2º American Horror Story

american-horror-story-asylum-jessica-lange

1ª Temporada: Murder House
Sem saber dos perigos que estão por vir, a família Harmon sai de Boston e vai para uma mansão em Los Angeles atingida por pequenos conflitos de relacionamento. Logo após a chegada, eles encontram com os Landgons, com quem desenvolvem uma boa relação. Ben Harmon (Dylan McDermott), a esposa Vivien (Connie Britton) e Violet (Taissa Farmiga), a filha, descobrem junto aos seus novos companheiros que a casa possui um ambiente sobrenatural, repleto de fantasmas.

2ª Temporada: Asylum
Nos anos 60, Irmã Jude (Jessica Lange), Irmã Mary Eunice (Lily Rabe) e Don Thimothy Howard (Joseph Fiennes) comandam a Instituição Mental Briarcliff, responsável por tratar criminosos insanos. Dentre esses pacientes estão a jornalista Lana Winters (Sarah Paulson) e os acusados de assassinato Kit Walker (Evan Peters) e Grace (Lizzie Brochere). Os clientes do manicômio são atormentados por criaturas bizarras e em complexo estado mental.

3ª Temporada: Coven
Os únicos remanescentes dos julgamentos das bruxas de Salem, no século XV, correm risco de extinção três séculos depois. Uma escola especial de New Orleans ensina às vítimas de ataques misteriosos formas de defesa. A jovem Zoe (Taissa Farmiga) acaba de chegar e guarda um segredo enquanto a líder Fiona (Jessica Lange) volta à cidade para proteger o clã das bruxas.

4ª Temporada: Freak Show
Jupiter, Florida, 1952. Uma trupe de circo incomum, formada por pessoas extremamente curiosas, acaba de chegar à pequena vila. Ao mesmo tempo, uma estranha entidade obscura ameaça as vidas de todos os residentes da região.

Amo filme de terror e sentia falta em ter uma série que abordasse todo esse lado obscuro que eu curto. 

3º Ghost Whisperer

promo-5-season-ghost-whisperer

Melinda Gordon (Jennifer Love Hewitt) tem um dom. Desde criança, ela sempre teve a habilidade de ver e falar com espíritos. Esses espíritos utilizam Melinda como um meio de falar com seus entes queridos, vivos. Capaz de ajudar tanto os já falecidos como os vivos a seguirem em frente, ela sabe que seu dom é diferente de qualquer outro, e seus parentes e amigos estão cientes e dispostos a estarem sempre ao seu lado.

Assim como AHS, Ghost Whisperer tem aquele lado sombrio que eu gosto, além de abordar muito o lance do espiritismo. 

4º The O.C.

The-O-C-ryan-marissa-seth-and-summer-24031133-720-480

Orange County é um paraíso na terra dos ricos, na Califórnia. Nas mansões por trás dos muros, tudo parece ser perfeito. Quando Ryan Atwood (Benjamin McKenzie), um adolescente problemático que vive se metendo em roubadas, chega em Orange County (“O.C.”) com o advogado Sandy Cohen (Peter Gallagher), ele começa a descobrir que nem tudo ali naquele lugar é tão perfeito como aparenta.

The O.C. acho que foi um dos primeiros seriados que eu assisti, lembro que todo sábado logo que eu acordava eu ligava no SBT e assistia, ah nesse eu tinha meu personagem favorito, SUMMER <3

5º Pretty Little Liars

640_Pretty_Little_Liars_Christmas

Na pequena cidade de Rosewood, na Pensilvânia, as melhores amigas Spencer Hastings (Troian Bellisario), Aria Montgomery (Lucy Hale), Hanna Marin (Ashley Benson) e Emily Fields (Shay Mitchell) guardam complexos segredos. Alison (Sasha Pieterse), 5ª membra e líder do grupo, desapareceu há um ano e não deixou qualquer pista. As amigas recebem cartas misteriosas assinadas por uma letra e suspeitam que seja sua antiga companheira, mas a desconfiança que possuem em relação ao universo perverso no qual vivem provoca uma reflexão cada vez maior.

Mais um seriado que envolve suspense e sobrenatural, PLL é algo totalmente viciante. O único problema é a trollagem da Marlene, poxa quero descobrir quem é -A.

Desafios anteriores você encontra aqui.

185094_384681588272087_570136561_nMe acompanhem: FRAGRANTICA | TWITTER | INSTAGRAM | FACEBOOK



7 de maio de 2015

Domingo é uma data especial em que comemoramos o dia das mulheres que nos deram a vida. A maior parte do seu tempo elas doam para seus filhos, deixando de fazer qualquer outra coisa. Mãe sempre está cuidando e protegendo, custe o que custar. Elas não poupam nada e não tem medo de enfrentar ninguém, quando trata-se de seus filhos. De um jeito ou de outro elas sempre demonstram carinho, amor e proteção.

Existe vários tipos de mães e eu fiz uma seleção com cinco mães mais marcantes das séries. Não esta em ordem, mãe é mãe em primeiro lugar.

Bree Van De Kamp (Desperate Housewives)

BREE

É é a dona-de-casa mais perfeita de Wisteria Lane, em Desperate Housewives. Pelo menos, aparentemente. Mas por trás de uma casa impecavelmente bem arrumada e de jantares espetacularmente deliciosos existe uma mulher capaz de todo tipo de artimanhas para que a vizinhança continue achando-a impecável. Enquanto isso, a família vai se desmoronando, o marido quer o divórcio, os filhos a odeiam, se rebelam; e durante pelo menos três temporadas acompanhamos uma verdadeira guerra em sua casa, enquanto Bree tenta mascarar a verdade. Andrew, o mais velho, mata a mãe de Carlos atropelada, dorme com o namorado de Bree, vira garoto de programa, alcoólatra, etc. Danielle tem caso com um professor e engravida do namorado da amiga, Julie Mayer. Ao passar dos anos, e das experiências, Bree vai perdendo um pouco do seu perfeccionismo e passa a se preocupar, de fato, em reconstruir os laços familiares.

Julie Cooper (The O.C.)

OCs-Julie-Cooper

Julie não é ruim. É péssima! A mãe de Marissa, em The O.C., subiu na vida após engravidar de Jimmy Cooper, e o dinheiro tomou mesmo a cabeça da mulher. Manipuladora, inteligente, astuta e desonesta, usa amigos, familiares, ou qualquer um da rua, para conseguir o que quer. Ambiciosa, só quer sucesso social e financeiro, e usa sua beleza para explorar homens ricos e influentes. Chegou inclusive a ficar com o ex da filha, subornou um ficante de Marissa, por ser jardineiro; e ainda uma namorada dela, posteriormente. Mas com o passar das temporadas, Julie também foi virando a casaca, principalmente depois da pobreza. De vilã passou a personagem cômica.

Regina Mills (Once Upon a Time)

Once-Upon-a-Time-Season-1-Episode-22

Diga-se o que se disser sobre Regina e o seu passado como Rainha Má, não se pode negar que esta mulher ama o filho com todo o coração e que faria qualquer coisa por ele. Mesmo no início da série, quando parecia não saber lidar muito bem com Henry, era óbvio que ele era tudo para ela, não tinha era a maior facilidade em provar-lhe isso. Muito importante também foi o papel que Henry teve ao fazer Regina distanciar-se do caminho do mal e voltar ao lado dos bons. Provavelmente Regina só o faria por Henry e podemos apostar que ela fará de tudo para continuar a merecer a confiança dele. Além disso, Regina ganha pontos por aceitar que Emma também é mãe de Henry e que não precisa de se sentir ameaçada, porque ele a verá sempre como a mãe e a pessoa que o criou.

Susan Mayer (Desperate Housewives)

bscap030

Cresceu a pensar que o seu pai tinha morrido na guerra e foi criada pela mãe, Sophie. A vida amorosa da mãe levou a alguma distância entre as duas. Susan foi chefe de claque na escola e graduou-se como a oradora da turma. Em adulta, casou-se com Karl Mayer, foram morar na Alameda Wisteriae tiveram uma filha juntos,Julie, mas o casamento de ambos foi atribulado, especialmente devido à infidelidade do marido. Finalmente, ele abandonou-a pela sua secretária, Brandi, e pediu o divórcio. Desde então, Julie tem sido o maior apoio da mãe. A relação de ambas é muito boa e forte, mas às vezes surgem problemas com as trocas de papéis: parece que Julie é, de facto, a “mãe” de Susan, pois tem de tomar conta da sua trapalhona progenitora.

Delia Banks (Ghost Whisperer)

Delia_Banks

Delia e o seu filho adolescente, Ned Banks, perderam o seu marido e pai, Charlie Banks, três anos antes da sua aparição no programa. Depois disto ela tornou-se uma agente imobiliária. Mas quando Ned é apanhado a furtar o antiquário de Melinda, as duas conhecem-se e começam uma amizade, apesar de a médium não revelar a existência da sua habilidade especial. Delia chega mesmo a começar a trabalhar no antiquário. Quando Melinda descobre que Charlie assombra a sua mulher, ela revela-lhe o seu segredo e a reacção não podia ser pior. Delia demite-se e insulta a médium, mas, apesar disso, ela apercebe-se que Melinda não é maluca nem uma aldrabona e por isso, apesar do seu cepticismo, mantém a sua amizade.

 

185094_384681588272087_570136561_nMe acompanhem: FRAGRANTICA | TWITTER | INSTAGRAM | FACEBOOK