19 de março de 2015

UKS

No dia 6 de março, a Netflix liberou a primeira temporada de Unbreakable Kimmy Schmidt, comédia criada por Tina Fey e Robert Carlock, ambos de 30 Rock.

Eu assisti todos os 13 episódios em apenas 2 dias, cada episódio não passa de 25 minutos.

Sinopse:

uksgo1920x1080jpg-c99466_1280w

Após 15 anos convivendo com uma seita que acredita que o juízo final está próximo, Kimmy decide largar tudo e reiniciar sua vida em Fire Island, Nova Iorque, ela está pronta para encarar um mundo que ela nem imaginava que ainda existia. Em pouco tempo ela encontra um emprego, um novo companheiro de quarto e um novo começo.

Personagens

Kimmy Schmidt (Ellie Kemper)

rs_560x415-140822081637-1024.Ellie-Kemper-Unbreakable-Kimmy-SChmidt.jl.082214_copy

Kimmy é uma adulta que usa tênis de luzinhas e vai até para a balada com sua mochila roxa. A inocência e as trapalhadas vividas por Kimmy garantem boas risadas na série.

Titus (Tituss Burgess)

ustv-unbreakable-kimmy-schmidy-characters-3

Gay egocêntrico e muito bem humorado, não consegue se estabelecer profissionalmente e financeiramente. Seu maior sonho é ser famoso.

Jackeline (Jane Krakowski)

kimmyjane

Uma socialite fútil que não da valor a suas origens. Ficou rica por conta de um casamento com um milionário e tem  medo de ficar pobre  ao perceber que seu marido esta à evitando.

O que eu achei?

kimmy-schmidt-netflix

A história, os personagens e o texto e com um humor leve e politicamente correto são ingredientes necessários para agradar o grande público.  A cada episódio, Kimmy conhece uma pessoa diferente a quem tenta ajudar a resolver seus problemas, passando para ela um pouco do seu otimismo. Dou todas as notas mais altas possíveis para Unbreakable Kimmy Schmidt, é uma série brilhante que nos leva para os anos 90 imediatamente.

O ponto negativo da série é que ela tenha apenas 13 episódios, muito pouco tempo para aproveitar a companhia da linda e doce Kimmy Schmidt.

Lembrando que todos os episódios da 1ª temporada de Unbreakable Kimmy Schmidt já estão disponíveis na Netflix.



25 de fevereiro de 2015

Comparação

EiAlexFantasy

Lançado em 2004 o Fantasy vem agradando o público feminino e masculino por suas notas sensuais e deliciosas. Por este motivo se tornou um dos perfumes mais “copiados” dos últimos anos. Com notas frutais, doces e até amadeiradas, se mostrou um perfume muito bem elaborado e gostoso.

EiAlexItsLife

Seu contratipo, It’s Life, criado pela Paris Elysees não fica para trás. Possui o mesmo estilo e abre com notas frutais, depois doces e por último amadeiradas como o Fantasy original.

No geral, os dois são muito parecidos e se não analisarmos minuciosamente, é possível afirmar que estamos falando do mesmo perfume.

Já a fixação e projeção, não possui grande diferença entre os dois, eles fixam e projetam muito bem!

Entretanto, como já era de se esperar o contratipo não é tão bem elaborado como o Fantasy e em momentos é possível perceber algumas diferenças entre eles. O It’s Life se mostra mais Frutal e “ácido”, bem linear, enquanto o Fantasy segue fielmente sua proposta de ser gourmet, não deixando que as notas frutais se tornem “ácidas” e sobressaiam sobre as outras.

Caso queiram economizar, o It’s Life cumpre o que promete e substitui muito bem seu irmão gêmeo. Está disponível na versão Eau de Toillete 100ml.

Comprei o meu no Shopping Aricanduva em SP, por R$50.

 

Notas It’s Life

Notas de Topo Notas de Coração Notas de Fundo
Lichia Jasmim Musgo
Marmelo dourado Orquídeas Madeiras orientais
Kiwi Chocolate branco


Notas Fantasy

Notas de Topo Notas de Coração Notas de Fundo
Kiwi Chocolate branco Almíscar
Lichia vermelha Jasmin Raíz de Orris
Marmelo Orquídea lírio Florentino
Cupcake Notas amadeiradas

 fantasy/itslife

 

Me acompanhem: FRAGRANTICA | TWITTER | INSTAGRAM | FACEBOOK

EiAlexAlvesMarcelo



12 de fevereiro de 2015

delirios-becky-bloom

Nova York. Rebecca Bloomwood (Isla Fisher) é uma garota que adora fazer compras. Seu grande sonho é um dia trabalhar em sua revista de moda preferida, mas ela no máximo consegue chegar na porta do local. Até que um dia ela consegue emprego como colunista em uma revista de finanças publicada pela mesma editora. Quando enfim seu sonho está prestes a ser realizado, ela faz de tudo para que seu passado não venha à tona.

Os-delirios-de-consumo-de-becky-bloom

O que eu achei?

Becky Bloom é uma heroína às avessas. Cheia de falhas, fútil, mentirosa, insegura, consumista ao excesso (e o consumo excessivo é prova da sua insegurança), gasta mais do que ganha, dá foras enormes, não consegue entender muito bem os desejos e anseios dos outros, a menos que digam respeito a ela mesma.

Não é um gênero de filme que me atrai, nunca gostei de comédia, sou mais fã de filmes de terror, suspense e animações da Disney e Pixar. Porém essa história louca da Becky me cativou demais. Mas por outro lado, captei o momento reflexão, quando Becky afirmou que comprar deixava a vida maravilhosa, mas logo em seguida, ficava horrível e então ela precisava comprar de novo. Mas quem nunca comprou por compulsão que atire o primeiro cartâo, eu já comprei VÁÁÁÁÁÁÁRIAS coisas por comprar e nem sei o porque comprei, mas hoje me curei rs (Oi. meu nome é Alex rs). Mas o filme na minha opnião é o melhor do genero que eu assisti até hoje.

 

Título Original: Confessions of a Shopaholic
Dirigido por: P. J. Hogan
Gênero: Comédia, Romance
Ano: 2009
Avaliação (5-10): 10

tumblr_ll7witZsKK1qe2v67o1_500



15 de janeiro de 2015

ponyo-de-hayao-miyazaki

“Sosuke (Hiroki Doi) é um garoto de cinco anos que mora em um penhasco, com vista para o Mar Interior. Um dia, ao brincar na praia, encontra Ponyo (Yuria Nara), uma peixinho dourado cuja cabeça está presa em um pote de geleia. Ele salva a peixinho e a coloca em um balde verde. Trata-se de amor à primeira vista, já que Sosuke promete que irá cuidar dela. Só que Fujimoto (Jôji Tokoro), que um dia foi humano e hoje é feiticeiro no fundo do mar, exige que Ponyo retorne às profundezas do oceano. Para ficar ao lado de Sosuke, Ponyo toma a decisão de tornar-se humana.”

hayao-miyazaki-retire-the-wind-rises1

Hayao Miyazaki, diretor do tão aclamado “A Viagem de Chihiro” que ganhou o Oscar de Melhor Animação em 2003.

ponyo_04

O que eu achei?

“Ponyo – Uma Amizade que Veio do Mar” é um  filme que agrada a família toda, desde as crianças até os adultos. Os personagens são apresentados com tanta delicadeza, doçura que chega ser impossível não amar o filme no primeiro instante, sem contar que os laços de relação construídos entre eles são simplesmente verdadeiros e faz refletir sobre aceitar a pessoa do jeito que ela é, sendo peixe ou não rs. O filme é lindo demais, te prende do começo ao fim, um verdadeiro espetáculo, Hayao Miyazaki trás a pureza e a fantasia neste ingênuo e comovente filme.

 

 

Título Original: Gake no ue no Ponyo
Dirigido por: Hayao Miyazaki
Gênero: Animação , Aventura
Ano: 2008
Avaliação (5-10): 10

 

tumblr_mr15tzbgZu1swngw9o1_500



27 de dezembro de 2014

2014_ouija_o_jogo_dos_espiritos_01

“Filme baseado no jogo de mesmo nome, utilizado para estabelecer comunicação com espíritos. De acordo com as regras do jogo, os espíritos fazem uma pedra se mover sobre letras em um tabuleiro, compondo frases destinadas aos jogadores. Quando fazem contato com um espírito do mal, eles tentam fechar esse espaço de comunicação, antes que seja tarde.”

ouija

Tabuleiro Ouija

O que eu achei?

“Ouija” não é ruim, mas esta bem longe de ser um filme maravilhoso é mais um filme de casa mal-assombrada onde você pode ou não levar alguns sustos, mas não nos traz nada de novo a não ser o fascínio das pessoas sobre o jogo de tabuleiro (eu preferia o jogo do copo, mas…). O ponto positivo deste filme é que não tem cenas sexo, tem uma quantia  moderada de palavrões (quase nada) e quase nada de sangue. E por fim, “OUIJA” passa aquela velha história de que não podemos brincar com os mortos, que devemos saber separar o mundo dos vivos com o mundo dos mortos. Existem filmes melhores para você assistir em um sábado à noite, “Ouija” deixou a desejar .

ouija-movie-poster

Título Original: Ouija
Dirigido por: Stiles White
Gênero: Terror, Suspense
Ano: 2014
Avaliação (5-10): 5

O filme ainda esta em cartaz, para saber a programação é só clicar aqui.